Rede elétrica subterrânea melhora estética e segurança da cidade

Para urbanista, enterramento de cabos traz vantagens funcionais e necessita de políticas consistentes

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

No mês de agosto, a Prefeitura de São Paulo anunciou o enterramento de 52 quilômetros de fiação elétrica no município. A extensão corresponde à remoção de mais de 2 mil postes distribuídos em 117 ruas de sete distritos do centro da capital: Consolação, Bela Vista, República, Santa Cecília, Jardim Paulista, Bom Retiro e Brás.

O professor e urbanista Bruno Roberto Padovan, da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP, analisa as vantagens estéticas e funcionais da reforma e analisa a gestão e financiamento dessa mudança, que já foi feita em cidades de países desenvolvidos.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados