Rafael Balseiro Zin fala sobre a primeira romancista negra brasileira, Maria Firmina dos Reis

A pesquisa de Rafael Balseiro Zin permite entender as obras de uma escritora negra e outra branca, em períodos históricos próximos

 05/04/2021 - Publicado há 7 meses
Por

 

O professor Ricardo Alexino Ferreira entrevista o sociólogo Rafael Balseiro Zin, estudioso da literatura abolicionista escrita por mulheres no Brasil-Império.

Zin é autor do livro Maria Firmina dos Reis: a trajetória intelectual de uma escritora afrodescendente no Brasil oitocentista, pela Aetia Editorial. A sua obra trouxe à tona a vida e o estilo literário da primeira romancista negra brasileira, a maranhense e abolicionista Maria Firmina dos Reis, nascida em 1822, em São Luís.

Em seu doutorado, que tem o título/tema Escritoras abolicionistas no Brasil-Império: Maria Firmina dos Reis e Júlia Lopes de Almeida na luta contra a escravidão, em andamento na PUC-SP, ele continua abordando mulheres escritoras no século 19.

Além de Maria Firmina dos Reis, Zin também alça à contemporaneidade a escritora, cronista e teatróloga abolicionista Júlia Lopes de Almeida, nascida no Rio de Janeiro em 1862 e uma das idealizadoras da Academia Brasileira de Letras. A sua pesquisa permite entender as obras de uma escritora negra e outra branca, em períodos históricos próximos.


Diversidade em Ciência

O Diversidade em Ciência é um programa de divulgação científica voltado para as ciências das diversidades e direitos humanos, e vai ao ar toda segunda-feira, às 13 horas, com reapresentações às terças-feiras, às duas horas da manhã, e aos sábados, às 14 horas, com direção e apresentação do jornalista e professor da ECA-USP e membro da Comissão de Direitos Humanos da USP, Ricardo Alexino Ferreira, e operação de áudio de João Carlos Megale.

O Diversidade em Ciência é gravado nos estúdios do Departamento de Comunicações e Artes/Educomunicação, da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP).

A Rádio USP-FM pode ser sintonizada em 93,7 MHz/SP ou pelo link http://jornal.usp.br/radio/

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.