Rádio USP em Ribeirão Preto estreia jornal regional

A edição regional do “Jornal da USP no Ar” dará maior visibilidade ao trabalho dos campi da USP no interior do Estado e ao relacionamento com as regiões onde estão instalados

    Rosemeire Talamone, Mel Vieira, Ferraz Júnior, Mariovaldo Avelino e Gabriel Soares – Foto: USP Ribeirão

.
Nasce um novo canal para divulgar as notícias dos campi da USP no interior do Estado de São Paulo e repercutir com os especialistas da Universidade de São Paulo, além do que acontece no Brasil e no mundo, os principais fatos das cidades onde está situado cada campus. Trata-se do Jornal da USP no AR – Edição Regional que estreou nesta terça-feira, dia 1º de outubro. Os campi que terão cobertura do novo jornal são os de Bauru, Lorena, Piracicaba, Pirassununga, Ribeirão Preto e São Carlos.

Além de ser veiculado pela Rádio USP Ribeirão, no prefixo FM 107,9 MHz, o jornal pode ser acompanhado pela internet ou pelo aplicativo do Jornal da USP, disponível nas lojas Google Play ou Apple Store – em ambos clique em Ribeirão Preto. O jornal vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 12h às 12h30, e será produzido pela Rádio USP do campus de Ribeirão Preto, em parceria com as equipes de comunicação dos demais campi do interior.

Para o superintendente de Comunicação Social da USP, Luiz Roberto Serrano, a edição regional visa a dar maior visibilidade ao trabalho dos campi da Universidade no interior do Estado e a seu relacionamento com as regiões onde estão instalados. “O noticioso ressaltará o leque de serviços que a USP presta a essas regiões em suas atividades de pesquisa, ensino, extensão e cultura, além de intensificar o diálogo e a colaboração entre os campi e as comunidades”, diz.

O jornalista Ferraz Júnior é o produtor do novo jornal, que tem coordenação da jornalista Rosemeire Talamone e supervisão de Luiz Roberto Serrano. A apresentação é de Ferraz Júnior e da locutora Mel Vieira. A técnica, de Mariovaldo Avelino, com supervisão de Gabriel Soares.

O jornal tem duas partes: a primeira é composta de notas sobre o que acontece nas cidades e uma entrevista sobre o assunto que envolva a comunidade externa à USP, em alguma cidade onde há campus. A segunda parte do jornal é formada pelas notícias da Universidade e uma entrevista, que pode ser sobre uma pesquisa recente, um trabalho relevante de extensão ou de ensino no interior do Estado. Os assuntos que serão veiculados no jornal diariamente serão definidos em reunião semanal de pauta envolvendo todos os campi.

O primeiro Jornal da USP no Ar – Edição Regional traz duas entrevistas de impacto. A primeira é com o ex-ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, chairman do LIDE Agronegócios e especialista em administração empresarial pela USP. Ele participa da abertura do 8º Fórum LIDE de Agronegócios em Ribeirão Preto no dia 3 de outubro.

Luiz Fernando Furlan fala sobre os aspectos positivos e negativos do agronegócio brasileiro e os desafios que deve enfrentar para se tornar mais forte no âmbito internacional, como abertura de novos mercados através de acordos bilaterais que envolvam o Brasil e outros países, como Japão, China e Estados Unidos, por exemplo. Outro desafio que o ex-ministro aponta é com relação à necessidade de agregar valor às commodities agrícolas criando marcas brasileiras de expressão mundial.

A segunda entrevista é com o professor Erasmo Gomes, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) da USP, que organiza, na FEA-RP, um evento referente ao Dia Mundial Metropolitano, instituído pela Declaração de Montreal, em 2015. Ribeirão Preto é sede da sexta Região Metropolitana do Estado de São Paulo, a mais nova a ser criada, o que favoreceu o evento. O professor disse que é fundamental tratar da questão metropolitana porque as previsões da ONU (Organização das Nações Unidas) indicam que em 2100, 85% da população mundial vai viver nas cidades. Para o professor, um dos grandes desafios é traçar estratégias globais para garantir qualidade de vida e ao mesmo tempo preservar as características locais.

Repercussão

Professor José Henrique Rubo, prefeito do campus da USP em Bauru – TV USP/Reprodução

Segundo o professor  José Henrique Rubo, prefeito do campus da USP em Bauru, o lançamento do programa Jornal da USP no Ar – Edição Regional é uma oportunidade de difundir as notícias locais das cidades onde a Universidade está presente com seus campi. “Por se tratar de um meio de grande penetração, o rádio, isso faz com que um número importante de pessoas recebam informação relevante e de qualidade. Isso tudo utilizando uma estrutura de radiodifusão e jornalismo já existente na Universidade”, destacou.
.

Professor Arlindo Saran Netto, prefeito do campus da USP em Pirassununga – Crédito: Natália Gomes – Prefeitura do Campus USP Fernando Costa

A interface entre a Universidade de São Paulo e a comunidade foi lembrada pelo prefeito do campus de Pirassununga, o professor Arlindo Saran Netto. “Estar o campus de Pirassununga presente nas notícias do Jornal da USP no Ar – Edição Regional, aumentará a interação do campus com os municípios da região, alcançando um dos objetivos da Universidade, que é ter a sociedade cada vez mais próxima e participativa”, ressaltou.

.

Ouça a entrevista de Rosemeire Talamone, editora do Jornal da USP no Ar – Edição Regional, à jornalista Roxane Ré.

.
Além de ser veiculado pela Rádio USP Ribeirão, no prefixo FM 107,9 MHz, o jornal pode ser acompanhado pela internet em www.radio.usp.br ou baixando o aplicativo do Jornal da USP nas lojas Google Play ou Apple Store – em ambos clique em Ribeirão Preto.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.