Psicose nem sempre tem causa conhecida

Estado mental dificulta enfrentamento da realidade e deve ser acompanhado por profissional indicado

  • 74
  •  
  •  
  •  
  •  

A psicose é um estado mental patológico que envolve doenças como a bipolaridade e a esquizofrenia. O indivíduo psicótico tem dificuldades para elaborar a realidade de uma forma comum, como ela realmente é.

Para obter o diagnóstico das psicoses deve-se consultar com psiquiatra, pois somente ele é o profissional indicado. As causas nem sempre são conhecidas; porém, fatores genéticos, alterações na formação do cérebro e situações ao longo da vida são apontados como possibilidades.

O tratamento é feito através do uso de antipsicóticos, que têm efeito sedativo no corpo e na mente. Porém, os diferentes psicoses podem ser tratadas de formas diferentes, já que elas podem ser crônicas. Por isso, sempre se deve seguir as orientações do médico.

O boletim Pílula Farmacêutica é apresentado pelos alunos de graduação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP com supervisão da professora Regina Célia Garcia de Andrade. Trabalhos técnicos de Luiz Antonio Fontana. Ouça, no link acima, a íntegra do boletim.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 74
  •  
  •  
  •  
  •