Psicólogo pode ser solução para mal-estar contemporâneo

A professora Yvette Piha Lehman fala sobre as atribuições do psicólogo e as áreas em que pode atuar

 03/10/2017 - Publicado há 4 anos

“Procurar um profissional de Psicologia tem a ver com assumir a vontade de se desenvolver e se expandir e ser criativo no campo pessoal.” A afirmação é da professora e psicóloga Yvette Piha Lehman (Departamento de Psicologia Social e do Trabalho do Instituto de Psicologia da USP). Na Universidade de São Paulo, o curso de Psicologia é um dos mais procurados – no vestibular deste ano, foi o mais concorrido, só ficando atrás dos cursos de Medicina.

A professora observa que “o mundo está ficando mais difícil pra gente enfrentar”, razão pela qual as pessoas, muitas vezes angustiadas e mergulhadas em um sentimento de desamparo, “atrapalham a si mesmas e aos outros”. Em sua busca para encontrar uma saída que as libere desse mal-estar, o psicólogo pode ser a solução.

Nesta entrevista, Yvette fala também sobre as atribuições desse profissional e as áreas em que pode atuar, as quais, hoje em dia, encontram-se bastante diversificadas. Ela aborda ainda as principais mudanças ocorridas na profissão desde 1962, ano em que foi regulamentada no Brasil e que marca a formalização dos primeiros cursos de psicologia.

 

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.