Projeto foca na profissionalização de cooperativas

Instituto de Pesquisas Tecnológicas trabalha junto com cooperativa, agente fundamental na gestão de resíduos

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

jorusp

Trabalhadores da Cooperativa de Catadores Autônomos – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

As cooperativas são responsáveis por reduzir, de forma significativa, a quantidade de resíduos que vão para os aterros sanitários. O Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), em conjunto com a Cooperativa de Reciclagem de Sucatas União Bertioga (Coopersubert), está trabalhando no desenvolvimento de um sistema integrado para escoamento de materiais recicláveis. O trabalho visa à profissionalização das cooperativas, ampliando seu poder de processamento e saída. O Jornal USP no Ar conversou com a coordenadora da iniciativa, Letícia dos Santo Macedo, pesquisadora do Laboratório de Resíduos e Áreas Contaminadas do IPT, para entender melhor o funcionamento do projeto.

A ausência de dados, como a quantidade de materiais processados ao longo do ano, é um grande entrave para as cooperativas, aponta Letícia Macedo. A profissionalização das cooperativas opera, justamente, na organização e sistematização do processo de produção, indo da coleta até o tratamento final. O grupo de pesquisa trabalha junto com a Coopersubert para compreender quais as demandas das cooperativas, a fim de propor soluções práticas e operacionais.

Desenvolvido no âmbito da Fundação de Apoio do IPT (FIPT), o projeto prevê a instalação de balanças com sensores na cooperativa. O equipamento será responsável por pesar cada tipo de material e enviar informações para uma plataforma online para acesso por possíveis compradores finais. Outros dispositivos como rasga saco, peneiras e separadores magnéticos também compõe o projeto. Após a instalação desses equipamentos na Coopersubert, observou-se um aumento de 30% no poder de processamento.

Melhorar a triagem e capacidade de escoamento são as metas atuais do projeto, relata Letícia Macedo. Para isso, uma plataforma integrada está sendo desenvolvida com a finalidade de conectar as cooperativas com o mercado. Atualmente, o sistema opera com dois produtos: papelão e PET. Os possíveis compradores podem acessar a plataforma e serem informados sobre os estoques da cooperativa, otimizando o processo de compra. A pesquisadora explica que as cooperativas são grande prestadoras de serviço para as prefeituras e reforça a importância dessa atividade na gestão de resíduos, sobretudo, nos grandes centros urbanos.

jorusp

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •