Projeto da Escola Politécnica cria mentores para alunos

Gestor do Retribua afirma que estudantes recebem apoio de orientadores da área, além de auxílio financeiro

  • 69
  •  
  •  
  •  
  •  

jorusp

O Retribua, projeto da Escola Politécnica da USP, desde 2004 auxilia a permanência de estudantes nos cursos de engenharia com o oferecimento de bolsas e mentoria com profissionais da área. O Jornal da USP no Ar conversou com o professor Marcos Rodrigues, gestor do Retribua e mentor, e Douglas Luan, aluno de terceiro ano da Engenharia da Computação.

As bolsas são oferecidas desde a criação do projeto, que apoiou mais de 400 jovens, já as mentorias foram criadas em 2017. No primeiro ano de experiência, o Retribua ofereceu 50 mentorias aos bolsistas. O segundo ano dessa iniciativa começa hoje e os alunos serão apresentados a seus mentores, grupo formado por ex-bolsistas, profissionais e professores de engenharia, em uma reunião inaugural no Auditório da Administração da Poli.

Douglas Luan é um dos beneficiados do projeto. Após recorrer ao programa de bolsas para alunos da Escola Politécnica, conheceu o Retribua e se tornou um mentorando, aqueles auxiliados pelos mentores. Esse apoio da mentoria foi de extrema importância para o estudante de Catuji (MG) continuar seus estudos na USP e enfrentar os desafios encontrados, sejam acadêmicos, pessoais ou sociais. Luan, que aprendeu inglês e alemão sozinho, deseja atuar como pesquisador e desenvolver projetos de tecnologia no futuro.

Para escolha entre mentor e mentorando, uma análise é feita pela psicóloga Fátima Duarte, uma das voluntárias do Retribua atuante no setor de Relações de Mentoria, que considera diversos fatores, como área de estudo e trabalho e características da personalidade.

Apesar do pouco tempo, a iniciativa teve um crescimento acelerado. Para Rodrigues, a rápida evolução se deve a grande integração e coesão da comunidade politécnica, o que permitiu que a captação de doadores, voluntários e estudantes fosse feita apenas dentro da comunidade e com o site do Retribua, sem grande uso das redes sociais.

Segundo Marcos Rodrigues, o Retribua também tem uma novidade de sucesso: o mentor remoto, que realiza o auxílio a distância, por exemplo, da África, Alemanha, Emirados Árabes, Estados Unidos, Espanha, França e Japão. Além disso, o professor comenta que o projeto também oferece palestras sobre temas variados, chamadas Conversas Retribua, em que dúvidas podem ser esclarecidas. Em uma delas, um mentor da indústria automobilística contou o caminho que percorreu como profissional e explicou o papel de temas como acaso, busca, perseverança, sorte e retorno. Para quem deseja saber mais informações sobre o projeto, acesse o site do Retribua.

Jornal da USP no Ar, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93,7, em Ribeirão Preto FM 107,9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular. Ouça, no link acima, a íntegra da entrevista.

  • 69
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados