Programa do Hospital das Clínicas alerta para excesso de exames

Instituto da Criança promove maior atenção ao raciocínio clínico em detrimento de exames complementares

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Uso preferencial de micrométodos nas análises laboratoriais em pediatria no Projeto Diagnóstico Amigo da Criança – Foto: Divulgação / Diagnóstico Amigo da Criança

Segundo a professora titular da Faculdade de Medicina (FM) da USP e presidente do Conselho Diretor do Instituto da Criança do HC, Magda Carneiro, o programa Diagnóstico Amigo da Criança busca conscientizar profissionais e pacientes sobre o mau uso de exames complementares.

Ela explica que o primeiro pilar do projeto está na redução da porção de sangue retirada em exames em crianças. O segundo ponto da campanha está em evitar expor crianças à radiação dos raios X ou da tomografia. Assim, recorre-se ao exame em último caso. Além disso, o programa busca reduzir a necessidade de anestesia através de menor indicação e melhora do ambiente em que a criança é examinada.

Ultrassonografia (USG) utiliza o eco gerado pelo som para demonstrar, em tempo real, as estruturas e os órgãos – Foto: Divulgação / Diagnóstico Amigo da Criança

A professora esclarece ser um equívoco compreender o excesso de pedidos de exame como boa prática médica, mas é o raciocínio clínico que deve ser prioridade.

O Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados