Previsão climática da primavera alerta para chuva dentro dos padrões normais

Paola Bueno, coordenadora do Grupo de Estudos Climáticos da USP, apresenta expectativas para a primavera

 Publicado: 23/09/2022
Por
As chuvas, que devem ocorrer dentro dos moldes normais, começam a retornar gradualmente – Foto: Unsplash

O período de setembro a novembro é marcado pela presença da primavera. Essa estação é muito conhecida pela floração, mas influencia muito mais do que isso.

Estando entre o verão e o inverno, a primavera tem características mistas dessas duas outras estações. “A primavera é considerada um período de transição”, comenta Paola Bueno, coordenadora do Grupo de Estudos Climáticos do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da USP.

Expectativa de chuvas

Agora, na primavera, a chuva começa a retornar gradualmente. Ela não vem como no verão, vem mais de forma isolada, muitas vezes, em forma de tempestade”, analisa Paola.

Paola Bueno – Foto: Reprodução/Twitter

No começo do ano, as represas paulistas passaram por situações de desabastecimento e, por mais que a chuva não venha com muita constância, esse período serve como preparação para uma retomada do abastecimento desses locais. A coordenadora acrescenta: “Como o solo está muito seco, antes de ele começar efetivamente a armazenar água acima da superfície, ele precisa absorver a água para saturar. Ele vai pegar essa chuva da primavera, vai absorver e, talvez no verão, a gente terá uma recuperação efetiva desses reservatórios”.
O grupo também chegou à conclusão de que as chuvas devem ocorrer dentro dos moldes normais.

Amplitude térmica

A amplitude térmica diária consiste na diferença entre a máxima temperatura e a mínima do dia. No final de setembro, já se vê uma mudança drástica na temperatura ao longo do dia e essa variação continua durante a primavera. “A gente vai ter dias de frio, até dias com temperaturas acima de 30 graus. As manhãs e noites continuam muito frias, mas quando o sol sai esquenta muito, então isso é normal. É uma mescla de inverno com verão”, ressalta Paola.


Para saber mais sobre a posição do Grupo de Estudos Climáticos da USP a respeito do inverno e da primavera assista ao vídeo Avaliação da Previsão de JJA/22, Monitoramento Climático de 8/22 e Previsão Climática para SON/2022.


Jornal da USP no Ar 
Jornal da USP no Ar é uma parceria da Rádio USP com a Escola Politécnica e o Instituto de Estudos Avançados. No ar, pela Rede USP de Rádio, de segunda a sexta-feira: 1ª edição das 7h30 às 9h, com apresentação de Roxane Ré, e demais edições às 14h, 15h e às 16h45. Em Ribeirão Preto, a edição regional vai ao ar das 12 às 12h30, com apresentação de Mel Vieira e Ferraz Junior. Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo do Jornal da USP no celular. 

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.