Pretensão chinesa gera tensão no comércio mundial

A pretensão da China em ser reconhecida como uma economia de mercado está gerando tensão na Organização Mundial do Comércio (OMC)

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

00_zero

O distrito financeiro de Pudong, em Xangai, se tornou símbolo de rápida expansão econômica da China desde os anos 1990 - Foto: Wikimedia Commons
O distrito financeiro de Pudong, em Xangai, se tornou símbolo da rápida expansão econômica da China desde os anos 1990 – Foto: Wikimedia Commons

A China é ou não uma economia de mercado? A China diz que sim, mas os Estados Unidos, a União Europeia e o Japão não reconhecem essa pretensão, uma vez que consideram que o país asiático adota uma série de medidas que não estão de acordo com as práticas do livre comércio, como a fixação de preços pelo governo, por exemplo, ou a concorrência não aberta. Na prática, a questão da China ser reconhecida como economia de mercado tem a ver com os mecanismos de defesa comercial, sobretudo a questão do antidumping.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •