Presidente eleito mira mudanças na prova da OAB

Proposta é acabar com proibição para bacharéis de exercerem a profissão se forem reprovados no exame

  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, fez críticas ao atual exame da Ordem dos Advogados do Brasil, a OAB. Para ele, o exame deve apenas verificar a qualidade do ensino nas faculdades de Direito e não proibir um profissional de advogar caso reprovado no respectivo teste.

O professor Caio Gracco Pinheiro Dias, da Faculdade de Direito da USP em Ribeirão Preto, considera que mudanças são necessárias na prova, mas não como na proposta do presidente, pois muitas pessoas usam a faculdade de Direito para outros fins além de advogar.

O professor ainda explicou que a mudança não teria sentido, pois a prova do Enade é que mede o índice de qualidade das faculdades de Direito do País. Dias ainda defende que provas como as da Ordem sejam aplicadas para outras profissões, como a de médico, por exemplo.

Ouça a entrevista no link acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados