Portabilidade de cadastro pode dar benefícios aos clientes

Clientes que possuem bons limites na instituição financeira e desejam abrir conta em outras, podem utilizar o histórico para acumular mais vantagens

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na primeira edição do boletim Em dia com o Direito, o aluno Davi Ferreira Veronese fala sobre portabilidade de cadastro, que possibilita a transferência das informações cadastrais de um cliente de uma instituição financeira para outra, por solicitação do próprio cliente e sem custos.

O cliente pode transferir os seus dados, positivos e negativos, facilitando, por exemplo, a análise pelo banco para o qual ele pretenda transferir sua conta. A vantagem é que um cliente que possui bons limites em uma instituição, deseja abrir conta em outra e geralmente teria limites baixos, ao abrir uma nova conta pode utilizar seu histórico para ter benefícios.

“Isso pode ser importante na hora de contratar um empréstimo ou financiamento, e o prazo máximo para a transferência dessas informações é de 15 dias”, conclui.
O Em dia com o Direito é produzido e apresentado por alunos do curso de especialização em Direito Civil: Novos Paradigmas Hermenêuticos nas Relações Privadas e coordenado pelo professor Nuno Coelho da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto (FDRP) da USP.  

 Ouça, no link acima, a íntegra do boletim.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados