Política migratória de Trump tem fundo eleitoral

Campanha eleitoral do presidente fez com que a imigração entrasse definitivamente na agenda do governo

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na coluna da semana, o embaixador Rubens Barbosa fala sobre a questão da imigração para os Estados Unidos e suas implicações para o Brasil. A campanha eleitoral do presidente Trump fez com que a imigração entrasse definitivamente na agenda do governo americano. Desde abril, mais de 160 mil imigrantes entraram nos EUA. E, com isso, as medidas para conter o fluxo começaram a se tornar concretas: da construção de um muro separando o México dos EUA à ameaça de elevação de tarifa e retaliações econômicas aos países que mais geram esse fluxo.

Segundo o embaixador, essa política anti-imigratória de Trump tem fundo eleitoral, já que no final de 2020 haverá eleições no país novamente.

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra do comentário do embaixador Rubens Barbosa.


Diplomacia e Interesse Nacional
A coluna Diplomacia e Interesse Nacional, com o professor Rubens Barbosa, vai ao ar toda terça-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •