Percepção auditiva é fundamental para o desempenho esportivo

O som do “pingue-pongue” da bolinha é tão importante quanto enxergá-la, diz especialista

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Nesta semana, o professor Paulo Roberto Santiago fala da importância da audição no esporte, em especial para aqueles esportistas que usam raquetes. “Quando um atleta está sendo treinado, geralmente os treinadores acabam dando muita importância para a visão e negligenciam a parte auditiva”, afirma o professor.

Santiago analisou o trabalho realizado na Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP) da USP,  com orientação do professor Matheus Machado Gomes, que mostra a importância da audição nos esportes, mais especificamente o tênis de mesa, e constatou que, “o som que a bolinha produz ajuda a melhorar a eficiência na hora da devolução”. O professor acrescenta, ainda, que “escutar o barulho da bolinha batendo na raquete de tênis de mesa é importante, pois faz com que os atletas entendam a sua rotação durante o jogo”.

Para aqueles que trabalham na área, a dica de Santiago é incluir, nas práticas esportivas, métodos que possam favorecer as percepções auditivas. “Coloque a pessoa para treinar sem ouvir, e depois devolva a capacidade auditiva. Com isso, o atleta entenderá a importância que o som tem para o seu desempenho.”

Ouça, na íntegra, a coluna do professor Paulo Roberto Santiago.

Por: Thainan Honorato

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados