Para todo problema complexo há uma solução simples e errada

O colunista Renato Janine Ribeiro fala do projeto do governo federal de implantação de escolas cívico-militares

Na coluna Ética e Política desta semana, Renato Janine Ribeiro fala do projeto do governo federal de implantar escolas cívico-militares. A proposta, segundo o Ministério da Educação, teve adesão de 15 Estados e o Distrito Federal.

Segundo Janine, há uma ideia de que nas escolas falta, sobretudo, disciplina. Ele lembra que, de fato, há pesquisas que mostram que existe uma perda de, pelo menos, 20% do tempo de aula devido à desatenção do aluno.

“Mas nenhuma dessas pesquisas indica que o caminho para melhorar a educação seja reprimir os alunos. Mas, sim, o de formação das competências socioeducacionais ou socioemocionais que tornem esse aluno mais focado, mais atento àquilo que ele tem de aprender. É um trabalho de psicologia e não de militarização”, destaca o colunista.

Janine também lembra que o orçamento das escolas militares é superior ao das escolas comuns. Mas, se houvesse mais dinheiro para a escola comum e, além disso, um investimento na psique dos alunos, o resultado também poderia ser bom e de uma forma mais adaptada aos tempos atuais.

Outro ponto destacado pelo colunista é que uma das principais questões ligadas à educação no Brasil atualmente é garantir a alfabetização na idade certa, entre 6 e 8 anos. E, para isso, é fundamental ter a formação do professor como alfabetizador, bons materiais escolares, acompanhamento constante do aluno, para verificar se ele está aprendendo ou não, ter o Estado apoiando os municípios – porque, geralmente, é o município que cuida do ensino fundamental, entre outras coisas. E cita alguns exemplos bem-sucedidos, em escolas comuns, entre elas no Estado do Ceará.

Ouça, no link acima, a íntegra da coluna Ética e Política


Ética e Política
A coluna Ética e Política, com o professor Renato Janine Ribeiro, vai ao ar toda quarta-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •