Para ser cidadão basta ser apenas uma pessoa

Ricardo Alexino fala sobre cidadania atrelada ao consumo como forma de exclusão social

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

“Não é mais possível atrelar a ideia de consumo à cidadania”, avalia o professor Ricardo Alexino, que, na coluna desta semana, comenta sobre a maior visibilidade dada às minorias sociais quando atrelada ao seus respectivos potenciais de consumo.

Alexino analisa, ainda, como a comercialização de produtos tecnológicos pré-programados para se tornarem obsoletos em pouco tempo contribui para o processo de exclusão tecnológica e, consequentemente, social.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados