Para colunista, dilema diplomático brasileiro vai além da embaixada nos EUA

Para Pedro Dallari, o impasse na indicação do embaixador nos Estados Unidos mostra como a diplomacia brasileira está confusa e sem referências

A indefinição quanto ao nome que assumirá a embaixada do Brasil nos Estados Unidos vai muito além da escolha de Eduardo Bolsonaro ou não. Trata-se de uma indefinição quanto à própria política externa brasileira. É isso o que pensa Pedro Dallari em sua coluna desta semana. “Há um impasse porque o Senado, que deve referendar a indicação, demonstra não querer aceitar a indicação de Eduardo Bolsonaro pelo que isso pode representar para a política externa brasileira, que há décadas tem uma tradição na defesa de valores como o multilateralismo e a solução política de conflitos. Este governo claramente quer reverter essa tradição”, afirma Dallari.

“Recentemente, esta postura ficou clara com a decisão da Fundação Alexandre de Gusmão, ligada ao Ministério das Relações Exteriores, de censurar o prefácio escrito pelo embaixador Rubens Ricupero em um livro sobre o diplomata Alexandre de Gusmão. Quando a fundação soube quem escreveria o prefácio, vetou a publicação da obra. Isso, porque o embaixador Rubens Ricupero tem se posicionado contra a postura de política externa brasileira”, diz o colunista. “Há, assim, um impasse entre o que o governo e seu Ministério das Relações Exteriores defendem para a política externa do País e aquilo que é a tradição brasileira e é a vontade da sociedade brasileira.”

Ouça no link acima a íntegra da coluna Globalização e Cidadania.


Globalização e Cidadania
A coluna Globalização e Cidadania, com o professor Pedro Dallari, vai ao ar toda quarta-feiraa às 8h, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.