Países do Brics passam por período de retração econômica

Crescimento considerável da China levanta dúvidas sobre sua participação no grupo, esclarece Paulo Borba Casella

A Faculdade de Direito (FD) da USP traz a 3ª Jornada dos Brics, entre os dias 29 e 30. O evento vai focar na desaceleração econômica dos países que compõem o grupo. O Jornal da USP no Ar conversou com Paulo Borba Casella, professor titular do Departamento de Direito Internacional da Faculdade de Direito (FM) da USP e coordenador do Grupo de Estudos do Brics (Gebrics), sobre o tema.

“Em um momento de certa perplexidade com o rumo da política externa brasileira, é muito bom reafirmar a importância de um projeto que está em sua segunda década”, comenta o professor sobre o Brics. Casella explica que o agrupamento formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul nasceu com o objetivo de reformar as instituições internacionais, sobretudo as de carácter financeiro, como o Fundo Monetário Internacional (FMI).

A economia dos cinco países está passando por um período de retração, mas Índia e China continuam crescendo mais que os países ocidentais, explica Casella. Nos últimos dez anos, a China cresceu bastante dentro do grupo. Uma questão levantada por esse crescimento é se Pequim vai continuar cooperando com o grupo, ou tentará “voar sozinha”, esclarece o professor. Casella também comenta que, apesar do corpo diplomático renomado, o Brasil tem entrado em turbulências desnecessárias com países vizinhos e parceiros.

O grupo coordenado por Casella foi para Moscou receber um prêmio internacional do ministro de Energia da Federação Russa, Alexander Novak, e do ministro da Ciência e Educação Superior, Mikhail Kotyukov. A pesquisa foi incorporada ao Brics Youth Energy Outlook 2019. O Gebrics disputou com universidades da Rússia, Índia, China e África do Sul.

Ouça a entrevista, na íntegra, no player acima.


Jornal da USP no Ar 
Jornal da USP no Ar é uma parceria da Rádio USP com a Escola Politécnica, a Faculdade de Medicina e o Instituto de Estudos Avançados. No ar de segunda a sexta-feira: 1ª edição das 7h30 às 9h, com apresentação de Roxane Ré, e demais edições às 10h45, 14h, 15h e às 16h45. Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo do Jornal da USP no celular.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.