Países desenvolvidos avançaram pela qualidade da educação

Em sua coluna da semana, Renato Janine comenta a ideia de criação de uma Lava-Jato para a educação brasileira

  • 30
  •  
  •  
  •  
  •  

Nesta semana, Renato Janine Ribeiro comenta uma ideia que tem sido muito falada no atual governo: uma Lava Jato para a educação. Para o colunista, se houve casos de corrupção, eles devem ser apurados e punidos. “Não creio que tenham sido significativos esses atos. Impossível dizer que não tenha havido nenhum deles. Porém, o volume é pequeno, se houver, e me parece que isso esta funcionando muito mais como uma forma de desviar a atenção de uma necessidade básica brasileira do que como outra coisa”, comenta o colunista.

E qual seria essa necessidade básica? A mesma de todos os países desenvolvidos do mundo: qualidade da educação. “Então nós temos uma série de mudanças na educação que são muito importantes e das quais mais uma vez eu digo: esse governo tem medo. É uma coisa espantosa. É o primeiro governo, em muitos anos, que eu vejo ter uma relação de medo e não de esperança”, diz o colunista.

Segundo Janine, a educação não é vista como uma promessa de um mundo melhor para todos; um mundo em que as pessoas sejam mais felizes porque têm mais oportunidades de encontrar seu caminho próprio; em que os cidadãos sejam mais livres porque conheçam melhor a diversidade de opiniões e assim possam combater qualquer tipo de fascismo, qualquer tipo de totalitarismo, qualquer tipo de ditadura, seja de direita ou esquerda; e, finalmente, um mundo em que as pessoas possam crescer profissionalmente, ganhar mais, serem mais prósperas.

“Tudo isso é o que a gente vê em estudos sobre educação, venham eles de grupos liberais ou grupos de esquerda. É uma pena que esse governo esteja, mais uma vez, indo contra a direção que o mundo tem tomado nos últimos anos, com resultados bastante positivos”, finaliza.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 30
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados