Outubro Rosa, mês de alertar sobre o câncer de mama

A mamografia é a grande aliada da mulher na prevenção ao câncer de mama, que mata mais do que o de pulmão

O movimento conhecido como Outubro Rosa tem a finalidade de conscientizar a mulher sobre a importância da prevenção do câncer de mama – Foto: Carol Garcia / Secom via Flickr – CC

Nascido na década de 1990, inicialmente nos Estados Unidos,  o movimento conhecido como Outubro Rosa expandiu-se e é celebrado anualmente, com a finalidade de conscientizar a mulher sobre a importância da prevenção do câncer de mama, um dos que mais atingem a população feminina no Brasil e no mundo.  Segundo a ginecologista e mastologista Aricia Giribela, do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), a mamografia é a principal aliada da mulher contra a doença.

De acordo com ela, o exame deve ser realizado a cada dois anos após os 50 anos de idade. A médica aponta ainda alguns fatores que predispõem ao câncer de mama, todos relacionados à biologia da mulher, como o início da primeira menstruação (a precocidade é um fator de risco), a idade da primeira gestação (quanto mais tardia, maior a probabilidade de desenvolver câncer de mama) e o fato de a mulher nunca ter amamentado.  A obesidade, o tabagismo e o sedentarismo são outros fatores de risco.

Para finalizar, a doutora Aricia fala sobre os tratamentos existentes para o câncer de mama e a importância de campanhas como o Outubro Rosa, que “podem ter muitas críticas, mas, num país onde tudo está em falta, são bem-vindas”.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 1
  •  
  •  
  •  
  •