Operação na Cracolândia completa dois anos

Em 2017, eram cerca de 2.500 usuários de crack; em 2019, esse número caiu para 420, mas pouco mudou além disso

Em maio de 2017,  o então prefeito João Doria decretou o fim da Cracolândia no quadrilátero da Praça Princesa Isabel, no centro de São Paulo. Dois anos depois daquela grande operação social, policial e clínica na região, quem passa pelo local nota que pouca coisa mudou. Quem fala sobre o assunto nesta entrevista é o médico psiquiatra Arthur Guerra de Andrade, do Grea (Programa do Grupo Interdisciplinar de Estudos de Álcool e Drogas) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.