Obra do imperador Justiniano é publicada no Brasil

Compilação de leis do período romano, o “Digesto” ou “Pandectas” se tornou a base do direito civil no Ocidente

  • 51
  •  
  •  
  •  
  •  

O Digesto, também conhecido como Pandectas, do imperador bizantino Justiniano (482-565) – monumental obra de compilação de leis do período romano que se tornou a base do direito civil no Ocidente -, começou a ser publicado no Brasil, graças a uma iniciativa dos professores da Faculdade de Direito da USP Eduardo Silveira Marchi, Bernardo Queiroz de Moraes e Dárcio Martins Rodrigues.

Eles editaram a tradução das leis justinianas feita por Manoel da Cunha Lopes e Vasconcellos, o Conselheiro Vasconcellos (1843-1920), que foi encontrada somente em 2011 na antiga Faculdade de Direito da Bahia, atualmente uma unidade da Universidade Federal da Bahia (Ufba), onde Vasconcellos lecionou depois de se formar na Faculdade de Direito do Largo São Francisco, em São Paulo, hoje ligada à USP. A publicação é da Editora YK.

Esse foi o tema da coluna da professora Marisa Midori, Bibliomania, transmitida no dia 14 de setembro de 2018 pela Rádio USP (93,7 MHz).

Ouça no link acima a íntegra da coluna.

  • 51
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados