Obra de Monteiro Lobato revela passagens racistas

A personagem negra Tia Anastácia era frequentemente execrada pela boneca de pano Emília

  • 24
  •  
  •  
  •  
  •  

Segundo o professor Ricardo Alexino Ferreira, uma leitura mais crítica da obra de Monteiro Lobato permite observar a forma estereotipada como o trabalhador do campo, na figura do Jeca Tatu, era tratado. O famoso personagem era tido como indolente e ignorante, da mesma forma que a personagem negra Tia Anastácia sofria constantes ataques racistas da boneca de pano Emília. O eurocentrismo também estava presente, personificado por Dona Benta, que trazia como ideal civilizatório a cultura europeia.

Ouça o comentário no link acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 24
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados