O uso da força do direito internacional na crise do Irã

A Carta da ONU pode ser invocada como instrumento de pacificação em situações de ameaça à paz mundial

A tensão na região do Golfo Pérsico, envolvendo Estados Unidos e Irã, vem piorando significativamente a cada dia. O início do conflito ocorreu em 13 de junho, quando os EUA acusaram o Irã pelo incidente envolvendo dois petroleiros e um drone. Este último nega a responsabilidade. Agora, o presidente Donald Trump deixou o acordo nuclear de 2015 entre o Irã e mais seis potências e voltou a impor sanções ao país. Para o professor Alberto do Amaral Jr., o uso da força do direito internacional deve ser empenhado com instrumentos pacíficos, como a Carta das Nações Unidas, através do Conselho de Segurança.

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra do comentário.


Um Olhar sobre o Mundo
A coluna Um Olhar sobre o Mundo, com o professor Alberto Amaral, vai ao ar toda segunda-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.

 

 

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •