O que há por trás da intolerância e alergia aos alimentos

Modismo de emagrecimento pode gerar confusão com intolerância, principalmente no caso do glúten, diz especialista

 27/02/2019 - Publicado há 3 anos
Por

É cada vez mais comum ouvir falar de intolerância ou alergia a certos alimentos, principalmente ao glúten e à lactose. São vários fatores que podem determinar reações contrárias à ingestão de produtos à base do trigo e do leite.  

As sementes geneticamente modificadas estão entre as origens da rejeição aos considerados alimentos saudáveis – Foto: Cecília Bastos / USP Imagens

Sementes geneticamente modificadas e herança genética estão entre as origens dessa rejeição ao que até pouco tempo atrás eram considerados alimentos saudáveis.

O professor José Ernesto do Santos, da área de Nutrologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, explica que o modismo de não comer glúten para emagrecer, por exemplo, pode gerar confusão sobre a intolerância ao alimento.

Para o professor, é preciso ter em mente que a intolerância é mais agressiva que a alergia.

Ouça a entrevista no link acima.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.