O que faz o dólar chegar perto dos R$ 4

Incerteza na economia ajuda a desvalorizar o real; professor da FEA-RP crê em queda do dólar no segundo semestre

  • 6
  •  
  •  
  •  
  •  

Fatores externos e internos têm contribuído para pressionar para cima o valor da moeda norte-americana. Nos últimos dias, o câmbio tem feito o dólar girar perto dos R$ 4.

No cenário interno, as incertezas na área política são apontadas como um dos principais fatores para a elevação da moeda estrangeira. A divulgação pelo IBGE, por exemplo, da queda da produção industrial em 10,9% em maio, a maior dos últimos dez anos, ajuda na pressão cambial.

O professor Alberto Borges Mathias, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) da USP, afirma que “a valorização do dólar eleva o preço de alguns insumos importantes na mesa do consumidor, como a farinha de trigo”. Ele acredita, no entanto, que, no segundo semestre, a tendência será de recuo do câmbio.

Ouça a entrevista no link acima.

  • 6
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados