O mal como fruto do descaso e da indiferença

Não há qualquer grandeza satânica nas atrocidades cometidas por Assad ou Putin

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Foto: Visual Hunt

A comparação do mal com um fungo é uma forma de dizer que os grandes perigos para a humanidade não possuem aquela dimensão sinfônica e grandiloquente, como implícita na frase “o horror, o horror”, proferida pelo coronel Kurtz em “Coração das Trevas”, de Joseph Conrad. A maldade, como o fungo e o mofo, é “uma coisinha ordinária, se espalha insidiosamente e começa com miudezas aparentemente triviais”.

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados