O desmatamento na Amazônia pode atrapalhar a economia brasileira

Cerca de 17% da floresta amazônica foi destruída nos últimos 50 anos, uma área maior que o território da França

As recentes declarações do presidente Jair Bolsonaro sobre o desmatamento na Amazônia, publicado em relatório do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), acusam o físico e ex-diretor do órgão de “estar a serviço de alguma ONG – Organização Não Governamental”. Segundo o colunista Alberto do Amaral Jr., o governo nega os dados do desmatamento e desconhece as revelações da ciência nas políticas públicas. A medida a longo prazo pode trazer problemas na economia brasileira além de sanções aos produtos exportados pelo Brasil, caso não sejam originários de áreas não desmatadas. Cerca de 17% da floresta amazônica foi destruída nos últimos 50 anos, uma área maior que o território da França.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Um olhar sobre o mundo.


Um Olhar sobre o Mundo
A coluna Um Olhar sobre o Mundo, com o professor Alberto Amaral, vai ao ar toda segunda-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •