O caminho da diplomacia ou a linguagem dos valentões?

“Sanções não são uma alternativa à guerra, mas são em si a própria guerra”, afirma Mohammad Zarif, ministro das Relações Exteriores do Irã

Marília Fiorillo analisa nesta edição o aumento da tensão entre os Estados Unidos e o Irã depois que os iranianos abateram um drone americano que sobrevoava seu território. Para a colunista, o que falta é bom senso nas relações internacionais. Como exemplo, cita o embate verbal entre o presidente Donald Trump e o ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif.

Marília analisa que, ao contrário de Trump, os comentários de Zarif são comedidos, com bom senso e diplomacia. Zarif lembrou que o acordo nuclear entre os dois países foi rasgado pelo presidente americano e enfatizou o apoio do Irã dado à caça aos terroristas da Al-Qaeda e do Daesh. Para Zarif, as negociações e ameaças são excludentes e sanções não são uma alternativa à guerra, mas são em si a própria guerra.

Ouça no link acima a coluna Conflito e Diálogo.


Conflito e Diálogo
A coluna Conflito e Diálogo, com a professora Marília Fiorillo, vai ao ar toda sexta-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.