O Brasil de ontem retratado no Brasil de hoje

A canção “Brasil”, de Cazuza, na voz de Gal Costa, dava voz a uma geração que não se encantava com a realidade brasileira

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

O colunista Guilherme Wisnik continua a série, iniciada em sua coluna do último dia 4, sobre canções do passado que voltaram a ser atuais nos tempos de agora. Na coluna anterior, ele citava a canção Aluga-se, de Raul Seixas, composta nos anos 1980. Da mesma década, precisamente de 1988, é a canção Brasil, de Cazuza, gravada, entre outros, por Gal Costa, que se tornou uma espécie de hino da Nova República, iniciada em 1985, a qual fechava o ciclo da ditadura militar no Brasil, abrindo caminho para aquele que seria um novo País. Na época, Brasil representava a voz de uma geração que não se identificava com a realidade de então.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados