O avanço da tecnologia e os empregos que deixarão de existir

Professor traz à tona mudanças culturais e tecnológicas que podem estar mais perto do que imaginamos

  • 5
  •  
  •  
  •  
  •  

Nesta sexta-feira (23), o professor Luli Radfahrer comenta a questão do fim dos empregos, os quais estão sendo progressivamente substituídos de diversas formas, dentre elas, pelo advento da inteligência artificial. Para o especialista em inovação digital, a nova onda de mudanças se diferencia de outros momentos semelhantes, como a Revolução Industrial, pela sua grande escala e velocidade: “A gente fala de uma mudança que vai acontecer em duas décadas ou menos, é um monte de emprego que vai embora”, afirma.

Entretanto, o professor ressalta que tal mudança cultural e tecnológica pode resultar na valorização de profissões de suma importância, que são negligenciadas no contexto atual: “A gente vai valorizar menos o técnico e mais o humano, e isso vai ser bom para todo mundo”, comenta o professor. Para saber mais sobre o assunto, e quais profissões irão deixar de existir, confira a coluna completa no player acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 5
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados