Números que não comovem, nem movem

Marília Fiorillo comenta o surto de cólera que assola o Iêmen e já é considerado o pior do mundo

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Na coluna desta semana, a professora Marília Fiorillo trata da epidemia de cólera que assola o Iêmen. O surto, conforme repercute, já é considerado o pior do mundo: desde que começou, foram registrados mais de 600 mil casos da doença.

Além de comentar os últimas estatísticas divulgadas sobre o caso, ainda com base em dados, a docente aponta as causas que, segundo ela, exacerbaram “a crise humanitária em um país à beira do colapso”, chamando a atenção para o descaso com que a situação vem sendo tratada. “Números não comovem, e pelo visto também não movem qualquer iniciativa de solução.”

 

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados