Número de infartos aumenta em épocas festivas

Estudo sueco aponta relação direta entre época de fim de ano e número de infartos do miocárdio

O clima de esperança, família e renovação de Natal e Ano Novo traz grandes expectativas. Porém, um recente estudo sueco prova que a carga emocional do fim de ano pode ser fatal para o coração. Cientistas avaliaram se feriados nacionais e eventos esportivos estão relacionados ao aumento do número de infartos – e os resultados mostram que os riscos se expandem de maneira expressiva em certas épocas do ano. O professor Alexandre Faisal comenta os principais detalhes dessa pesquisa no Saúde Feminina de hoje.

A pesquisa foi publicada no British Medical Journal e acompanhou dados de 1998 a 2013. Pesquisadores da Suécia tomaram critérios de comparação entre épocas específicas de ano. A conclusão foi que “os feriados de Natal se relacionavam ao risco aumentado de quase 37 por cento”, conta o professor. Entretanto, há um recorte entre quadros já considerados de risco. “Os resultados foram mais evidentes em pacientes mais velhos e com história prévia de diabete e doenças arteriais.”

A relação entre datas de fim de ano e infarto do miocárdio é fruto das demandas emocionais que esses dias carregam. “Períodos de grande expectativa podem aumentar a necessidade de oxigênio e pacientes debilitados podem não dar conta no sentido fisiológico.” Curiosamente, não encontraram dados significativos durante eventos esportivos que carregam alta carga emocional, como a Copa do Mundo. Mas vale lembrar que a pesquisa foi feita na Suécia.

Ouça na íntegra a coluna de Alexandre Faisal, professor da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP). 

 

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.