Novas metas de combate ao AVC na América Latina

Pontes Neto diz que carta compromisso é uma excelente ferramenta para a implementação de políticas públicas de combate à doença

  • 248
  •  
  •  
  •  
  •  

Nesta semana, o professor Octávio Pontes Neto fala sobre as novidades que ficaram decididas no 21º Congresso Iberoamericano de Doenças Cerebrovasculares, e, também, do 1º Encontro Ministerial Latinoamericano de Acidente Vascular Cerebral (AVC), que aconteceu em Gramado, no Rio Grande do Sul.  

Pontes Neto conta que o evento reuniu experts em doenças cerebrovasculares na América Latina e gestores convidados pelo Ministério da Saúde do Brasil, incluindo alguns especialistas da Europa e dos Estados Unidos que foram ao congresso para uma programação científica intensa e discutir as principais inovações para o combate do AVC em todo o mundo.

Segundo o professor, o ponto alto do encontro foi a assinatura da Declaração de Gramado, carta compromisso, em que os gestores da saúde da América Latina se comprometem a cumprir uma série de metas de combate ao AVC . “Essa declaração deve em breve ser assinada e  publicada em revistas internacionais, disponibilizadas a toda a população, e vai ser uma excelente ferramenta para que a gente possa pressionar os gestores da América Latina para a implementação de políticas públicas de combate ao AVC na nossa região.”, afirma.

Ouça no link acima, a íntegra da coluna Minuto do Cérebro.





  • 248
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados