Nova lei trabalhista traz expectativa positiva

Para Nakabashi, a nova legislação pode aumentar a produtividade e a competitividade e diminuir o preço para o consumidor

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Na coluna “Reflexão Econômica” desta semana, o professor Luciano Nakabashi fala sobre as expectativas da nova legislação trabalhista. Para ele, a mudança pode trazer melhorias por aumentar a flexibilidade, principalmente com o mercado de trabalho enfraquecido; e o estímulo para as empresas contratarem por menores períodos de tempo.

Nakabashi também aborda a questão da multa que o trabalhador pode pagar caso uma ação trabalhista seja considerada de má-fé. Apesar de ser um direito do trabalhador, o Brasil é um dos países que mais têm essas ações, o que revela uma distorção e um aumento de custo para o empregador.

De acordo com o professor, alguns trabalhadores podem receber menos, mas isso permite reduzir o custo e, assim, a tendência é dar agilidade ao mercado de trabalho. Dessa forma, aumentam a produtividade e a competitividade e cai o preço para os consumidores. Ouça no link acima a íntegra da coluna do professor Luciano Nakabashi.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados