Nascimento de bebês prematuros no Brasil preocupa

Segundo especialista, no Brasil 60% das crianças que nascem abaixo de 1.500 gramas morrem

  • 305
  •  
  •  
  •  
  •  

No Brasil, o quadro dos bebês com nascimento prematuro é preocupante, porque 60% desses bebês que nascem com menos de um quilo e meio de peso morrem. A informação foi confirmada pela  professora Walusa Assad Gonçalves Ferri, do Departamento de Puericultura e Pediatria da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP.

A prematuridade é caracterizada quando os bebês nascem antes da 37ª semana de gestação e pode ocorrer por diversas causas. Algumas delas, e mais comuns, são as doenças maternas, principalmente hipertensão arterial e infecções, gestação múltipla, mães adolescentes, malformações fetais, entre outras.

A professora explica que a prematuridade tem alta incidência: “A cada dez recém-nascidos, um nasce prematuro. Há vários motivos para a prematuridade: primeiro é o pré-natal feito inadequadamente, por exemplo, infecção urinária mal resolvida ou outro tipo de inflamação uterina que pode levar o bebê a nascer prematuro”.   

Ouça a entrevista no link acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 305
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados