Momento é delicado para órgãos de combate à corrupção

Rogério Bastos Arantes expõe preocupação em relação às instituições de Justiça, como a tentativa de interferência na PF

jorusp

Pesquisadores e agentes públicos estarão reunidos para analisar e debater as características do crime organizado e da corrupção no Brasil. O seminário faz parte do projeto Corrupção Política e Crime Organizado no Brasildesenvolvido pelo professor Rogério Bastos Arantes, no âmbito do Programa Ano Sabático 2019, do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP. O Jornal da USP no Ar conversa com Arantes sobre conjuntura política, corrupção e, claro, sobre o evento.

O professor Arantes relembra a primeira edição do seminário, na qual três ex-diretores da Polícia Federal debateram sobre as principais características do crime organizado e da corrupção no Brasil. A segunda edição irá “ampliar o leque de participantes e expositores para formar uma visão mais abrangente sobre o fenômeno”, explica Arantes, e acrescenta: “Vamos ter pesquisadores dedicados ao estudo do crime e agentes públicos que atuaram, e atuam, no combate à corrupção”.

Umas das proposta do encontro é abordar o funcionamento das instituições de Justiça e de controle – como o Coaf, agora UIF – que se mostraram determinantes no combate à corrupção. O professor expõe sua preocupação em relação à manutenção dessas instituições: “Elas estão passando por um momento bastante delicado, há interferência na própria Polícia Federal”.

Dividido em duas sessões, o seminário terá início às 9h45. A primeira parte será dedicada à exposição dos estudiosos do crime, enquanto a segunda aos agentes públicos. O ex-ministro de Segurança Pública, Raul Jungmann, e o ex-ministro da Justiça, José Eduardo Martins Cardozo, estão entre os expositores. O evento será na Sala Alfredo Bosi do IEA. É gratuito, mas requer inscrição prévia.


Jornal da USP no Ar 
Jornal da USP no Ar é uma parceria da Rádio USP, Faculdade de Medicina e Instituto de Estudos Avançados. Busca aprofundar temas da atualidade de maior repercussão, além de apresentar pesquisas, grupos de estudos e especialistas da Universidade de São Paulo.
No ar de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.
Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.