Metal que serve de referência mundial para medir 1 kg vai mudar

Comitê Internacional de Pesos e Medidas acredita no desgaste do metal com o tempo, tornando a medição imprecisa

  • 15
  •  
  •  
  •  
  •  

Estabelecido pela primeira vez há 128 anos, a medida exata de um quilograma vai mudar no próximo ano. O padrão atual foi estabelecido em 1889, na França, e é dado pela massa de um cilindro de metal composto de platina e irídio, dois elementos químicos resistentes. É o chamado Protótipo Internacional do Quilograma, com sigla em inglês IPK, que está guardado até hoje em Paris, com algumas réplicas distribuídas pelo mundo.

O Comitê Internacional de Pesos e Medidas, o mesmo que armazena o IPK, decidiu atualizar o referencial para um quilograma de um objeto, pois acredita que o metal do IPK pode sofrer desgastes com o tempo, tornando a medição imprecisa. Em seu lugar, será adotada uma constante comum na mecânica quântica, como explica o professor do Departamento de Física da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP Antonio Carlos Roque Filho. Para o professor, nada vai mudar na vida das pessoas, mas a atualização de referência vai deixar a ciência ainda mais exata. Confira a entrevista acima.

Por Ferraz Jr.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 15
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados