Mercado imobiliário apresenta melhora

Após quase três anos em queda, tanto a venda de unidades quanto a construção civil voltam a apresentar indícios positivos

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na coluna Reflexão Econômica desta semana, o professor Luciano Nakabashi fala sobre a situação atual da construção civil. O professor conta que “de uma forma geral este foi o setor que mais sofreu com a crise brasileira entre 2014 e 2016”.

Nakabashi acredita que o cenário está voltando a estabilizar “e os indicadores mostram que o setor está se aquecendo, mas que tudo vai depender da retomada, que deve vir mais forte este ano”. Ao comparar os principais municípios brasileiros, o professor conta que há uma grande queda nos preços.

Em uma outra linha, outros indicadores apontam que o Rio de Janeiro vem apresentando uma retração mais forte do preço, e essa retração geralmente é descontada em inflação. “O Rio, que vem passando maiores dificuldades em termos econômicos, apresenta uma maior retração. Em contrapartida, São Paulo e Belo Horizonte já estão apresentando uma certa estabilidade”, diz Nakabashi.

Para o professor, há uma perceptível retomada nas vendas em relação aos períodos de crises e também nos novos lançamentos, “só que esses lançamentos estão muito concentrados no programa do governo Minha Casa, Minha Vida, que geralmente é destinado à população de baixa renda”.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Reflexão Econômica.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •