Médico faz “advocacy” sobre perigos de álcool e maconha

Para especialista, informações de congressistas sobre temas a serem votados são “muito superficiais”

  • 14
  •  
  •  
  •  
  •  

O médico João Paulo Lotufo participa, nesta semana em Brasília, de uma audiência pública com parlamentares, na qual pretende reforçar os malefícios da maconha e do álcool. “Sou a favor de uma ampla campanha para orientar os jovens e a população, e também os senhores deputados e senadores, sobre os riscos do uso precoce do álcool e maconha”, afirma.

“A população, baseada nas informações da internet, tem um conhecimento muito superficial sobre tudo isso”, acrescenta Lotufo. “A maconha, em particular, é responsável por lesões irreversíveis do cérebro, como surtos psicóticos e esquizofrenia.”

Ele enumera dez itens de propostas a serem apresentadas visando a diminuir a experimentação de bebidas alcoólicas entre os mais jovens. “Isso tudo é o advocacy“, ilustra.

  • 14
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados