Mecânica quântica tem o desafio de descrever a realidade

Professor aponta que estudo da mecânica quântica busca descrever a realidade por meio de uma investigação incessante

Na coluna “Ciência e Cientistas” desta semana, o físico Paulo Nussenzveig, professor e coordenador do Programa de Pós-Graduação do Instituto de Física (IF) da USP, comenta o artigo “Em busca da realidade perdida”, escrito por Hélio Schwartsman e publicado na “Folha de S. Paulo” do último dia 27 de maio, que aborda um dos temas pesquisados pelo professor, a mecânica quântica, e seu desafio de descrever a realidade.

“É redundante dizer que considero o tema fascinante e que, por contrariar o senso comum, ele desperta interesse em cientistas e não-cientistas”, afirma o físico. “Um dos aspectos que considero mais interessantes da Mecânica Quântica é justamente a ‘humildade’ que ela exige de nós, os arrogantes físicos. A realidade não é aquilo que desejamos que seja, não é determinada pela nossa filosofia. No meu entender, realidade é a natureza que investigamos incessantemente, formulando perguntas e buscando as respostas através de métodos teóricos e experimentais”.

Ouça mais no áudio acima.

Textos relacionados