Martin Grossmann cita Octavio Paz para analisar as vanguardas

Livro “Os Filhos do Barro” tem o espírito de vanguarda necessário para pensar a atualidade, disse o professor

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O escritor mexicano Octavio Paz (1914-1998) – Prêmio Nobel de Literatura de 1990 – é “muito importante” para pensar as vanguardas artísticas, na opinião do professor Martin Grossmann. Em sua coluna “Na Cultura o Centro Está em Toda Parte”, transmitida no dia 2 de agosto de 2017, ele destacou que o livro Os Filhos do Barro, de Paz, possui o autêntico espírito crítico da vanguarda, que pode e deve ser utilizado para se problematizar as novas tecnologias, muitas vezes vistas pela sociedade com grande entusiasmo e pouca crítica. Ouça no link acima a íntegra da coluna do professor Martin Grossmann.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados