Marisa Midori condena a “eutanásia bibliográfica”

Eliminar livro impresso em favor do meio digital não é solução, diz professora, citando editor norte-americano

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Eliminar os livros em favor do meio digital – uma espécie de “eutanásia bibliográfica” – não é uma solução, porque os livros guardam a memória da civilização.

Essa análise do editor John Donatich, diretor da Yale University Press, dos Estados Unidos, foi citada pela professora Marisa Midori, em sua coluna “Bibliomania” desta semana, para defender o livro impresso.

Ouça no link acima a íntegra da coluna da professora Marisa Midori.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados