Marília Fiorillo diz que Trump faz das gafes sua própria grife

De acordo com professora, ignorância de regras da diplomacia e de convívio são marcas registradas de Donald Trump

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Na coluna desta semana, a professora Marília Fiorillo, da Escola de Comunicações e Artes (ECA), comenta sobre uma das principais características do presidente Donald Trump: cometer gafes. Para a docente, são “incontáveis as ocasiões em que o presidente da maior potência mundial faz das gafes a sua própria grife e comporta-se como se estivesse numa ‘chanchada'”.

Marília chama a atenção para a “prática sistemática do histrionismo” por parte do presidente, que “insiste e abusa de ações e falas que ultrapassam o ridículo”, como no vídeo divulgado em sua conta no Twitter, em que ele espanca uma pessoa com o rosto coberto com o logotipo da rede de notícias CNN, ou do encontro de líderes mundias na sede da Otan, ocasião em que o bilionário empurra o primeiro ministro de Montenegro, Dusko Markovic, com o intuito de aparecer na primeira fila de uma filmagem.

A professora ainda explica que figuras políticas conhecidas por seu autoritarismo, como Hitler e Mussolini, lançaram mão de atitudes exageradas e ridículas para conquistar multidões. Ouça a coluna de Marília Fiorillo.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados