Manter e fortalecer o Fundeb é essencial para melhorar a educação

Renato Janine fala da PEC que propõe novo modelo para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb)

Na coluna desta semana, professor Renato Janine Ribeiro fala da importância do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Para o colunista, o Fundeb é extremamente importante, pois ele permite que municípios e Estados mais pobres recebam dinheiro da União para melhorarem o ensino.

Janine comenta ainda a Proposta de Emenda à Constituição (PEC), da deputada Dorinha Resende (DEM-TO), que sugere um novo modelo para o Fundeb. Atualmente, a União contribui com 10% do valor do Fundeb e este porcentual está previsto até 2020. A PEC propõe uma alteração para 15% em 2021, prevê um aumento 2,5% ao ano, até chegar a 40% em 2031. “É um projeto ambicioso, é audacioso, mas é bom porque ele é a garantia essencial para que as escolas dos Estados e municípios melhorem. Ele pode representar um avanço gigantesco para os Estados e municípios mais pobres”, destaca o colunista.

Janine lembra que a melhora da educação é benéfica não apenas para as crianças, mas também para o País. “A educação beneficia sobretudo o conjunto da sociedade. Porque ela faz com que talentos que estavam desconhecidos, desperdiçados, cresçam. Muitas vezes, na favela, o jovem tem uma chance de se desenvolver se ele for cantor ou jogador de futebol. Outros espaços profissionais são muitas vezes vedados até porque ele não teve oportunidade de crescer em outras profissões”, lamenta. Para o colunista é fundamental que o Fundeb seja mantido e que a PEC seja aprovada, dada a importância do fundo.

Ouça, no link acima, a íntegra da coluna Ética e Política.


Ética e Política
A coluna Ética e Política, com o professor Renato Janine Ribeiro, vai ao ar toda quarta-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.