Manifestações de domingo podem representar mais problemas para o governo

Assim entende o cientista político André Singer ao expressar sua opinião sobre as manifestações pró-governo previstas para o dia 26

As manifestações pró-Bolsonaro, previstas para o próximo domingo (26), podem representar um risco importante para o governo, “porque se as manifestações forem pequenas, vai caracterizar um isolamento do governo Bolsonaro”, argumenta o cientista político André Singer, ao ressaltar que o momento atual não é particularmente favorável aos ventos que sopram do Palácio do Planalto, que enfrenta uma situação econômica muito ruim, uma aprovação popular cada vez mais claudicante e, como se esses fatores não fossem suficientes, uma falta de sintonia com o Congresso Nacional.

Ou seja, as manifestações de domingo podem vir a representar mais um fator de instabilidade, sobretudo se resultarem num fiasco e apenas uma minoria comparecer às ruas. “Nesse caso”, observa Singer, “o que a gente vai vendo, de maneira progressiva, é a construção de uma situação em que o governo não consegue governar –  esse é o principal problema”. E isso num mandato que está apenas começando.

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra da coluna Poder e Contrapoder.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.