Mais diverso, Pop ganhou cada vez mais o espaço do Rock

Ritmos diferentes, timbres e orquestrações foram o grande diferencial para conquistar o público

Nesta edição do programa História do Rock, o professor Mario de Vivo continua a destrinchar a década de 1970, um período essencial para o Rock. O tema da vez é o antagonismo entre o Pop e o Rock.

O Pop e o Rock são dois gêneros populares de música, e por vezes até semelhantes. No entanto, o assunto é muito debatido entre os roqueiros, que vêem no Rock um estilo único e independente.

Considerado um gênero eclético, o Pop permite ritmos diferentes, timbres e orquestrações, diferente do Rock, que passou a ter um nicho cada vez mais específico, tendo em vista que nos anos 1960 ficou marcado como o símbolo de manifestações e de um público jovem.

Ouça no link acima a íntegra do programa.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.