Mães com HIV podem transmitir o vírus pela amamentação

Tratamentos primários durante a gestação diminuem os riscos de contaminação

  • 13
  •  
  •  
  •  
  •  

No primeiro boletim Pílula Farmacêutica desta semana, o assunto são as formas de prevenir a transmissão vertical do vírus HIV, que ocorre de mãe para filho durante o parto ou no período de amamentação.

Para combater um problema que atinge cerca de 90% das crianças menores de 13 anos, especialistas orientam que todas as gestantes façam já na primeira consulta de pré-natal e no início do terceiro trimestre de gestação exames para saber se são portadoras do vírus HIV.

Para as mães que já sabem que são portadoras, devem de início ser orientadas sobre os riscos de infecções e a possível transmissão do vírus para os bebês. Após o parto, é recomendado que suspendam a amamentação e prossigam com produtos substitutos do leite materno.

O pré-natal, o comparecimento às consultas e o conhecimento das possíveis medidas para a redução da transmissão vertical do HIV são fundamentais para a prevenção. O boletim Pílula Farmacêutica é apresentado pelos alunos de graduação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP, com supervisão da professora Regina Célia Garcia de Andrade. Trabalhos técnicos de Luiz Antonio Fontana. Ouça, no link acima, a íntegra do boletim.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 13
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados