Lina Bo Bardi é homenageada nos 50 anos do Masp

No seminário internacional comemorativo, Guilherme Wisnik debateu o conceito de museu da arquiteta contrário ao padrão tradicional

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na coluna desta semana, o professor Guilherme Wisnik comenta o evento “O Masp de Lina: 50 anos do edifício na Avenida Paulista”, que ocorreu esta semana e teve a participação de arquitetos e pesquisadores de destaque no cenário nacional e internacional.

No seminário, o professor Wisnik tratou do conceito Museu sem Aura, baseado no conceito de Lina Bo Bardi, contrário ao museu tradicional como espaço para guardar tesouros. Wisnik explica que, para a arquiteta responsável pelo projeto do Masp, os museus deveriam ser edifícios voltados para o futuro e para engajar o público, e que ao mesmo tempo confrontassem os costumes da burguesia.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Espaço em Obra.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados