Limitação de recursos preocupa empreendedores nestes tempos de pandemia

Frederico Gomes pesquisou mais de 70 startups para identificar suas principais incertezas durante a crise sanitária, que ainda persiste

 26/11/2020 - Publicado há 1 ano

O Jornal da USP no Ar recebeu hoje (26) Frederico César de Vasconcelos Gomes, doutorando pelo Programa de Pós-Graduação do Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica (Poli) da USP, com orientação do professor Mário Salerno, para falar sobre sua pesquisa, na qual busca identificar como os empreendedores de startups percebem as incertezas de seus negócios durante a pandemia. 

No início da pesquisa, buscava entender como não só startups, mas também grandes empresas, lidavam com a incerteza. “Comecei este ano indo a campo para pesquisa e, com a pandemia, foi revelador perceber a incerteza no momento em que vivemos. Escolhi especialmente as startups por terem uma alta taxa de mortalidade: em cerca de quatro anos, 70% delas morrem”, explica o pesquisador.

Ele conta que a situação em que as empresas se encontram na pandemia possibilitou que estudasse a incerteza em tempo real. Assim, Gomes entrevistou 77 pessoas: 72 empreendedores e cinco executivos, com o objetivo de compreender as suas percepções sobre as incertezas. “Os empreendedores apresentam perguntas, ou gatilhos, em relação às incertezas, hoje especialmente em relação à limitação de recursos.” 

Dentre as principais dúvidas dos entrevistados estava a duração da pandemia. “Hoje temos mais clara a situação, ainda que a pandemia não tenha chegado ao fim, com a reabertura do comércio, a possibilidade da vacina. Em maio, junho e julho, quando realizei as entrevistas, tudo era muito nebuloso. E as maiores dúvidas estavam relacionadas a esse quadro: duração do caixa, o retorno, os impactos do home office na produtividade”, aponta. 

Gomes conclui afirmando que a pesquisa foi um processo rico em conseguir compreender esses profissionais, os quais ele classificou como corajosos e competentes. “São novas lideranças, para os novos tempos, e lideranças empáticas. As principais preocupações eram em relação ao time: manutenção dos seus salários e segurança para que permanecessem em casa. Essa é uma esperança que fica.”

Ouça a íntegra da entrevista no player.


Jornal da USP no Ar 
Jornal da USP no Ar é uma parceria da Rádio USP com a Escola Politécnica, a Faculdade de Medicina e o Instituto de Estudos Avançados. No ar, pela Rede USP de Rádio, de segunda a sexta-feira: 1ª edição das 7h30 às 9h, com apresentação de Roxane Ré, e demais edições às 10h45, 14h, 15h e às 16h45. Em Ribeirão Preto, a edição regional vai ao ar das 12 às 12h30, com apresentação de Mel Vieira e Ferraz Junior. Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo do Jornal da USP no celular. 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.